Revista Expressão Católica Janeiro-Junho 2014, V. 03, N. 01

Revista FCRS
Editorial

A Revista Expressão Católica é editada semestralmente, em Abril e Outubro. Seu principal objetivo é publicar trabalhos teóricos, práticos e de pesquisas desenvolvidos nas áreas de Ciências Humanas e Sociais, Ciências da Saúde e Engenharias. Para tanto, está aberta a pesquisadores, professores, estudantes e profissionais destas áreas.

O expediente da revista é formado por alunos de graduação, de pós-graduação, com supervisão e orientação de professores da instituição, além das produções  de nossos docentes e daqueles de outras Instituições de Ensino Superior. A Revista conta, ainda, com um Conselho Editorial, formado por professores de instituições públicas e privadas nacionais, uma Comissão Julgadora para os textos de criação, composta por profissionais reconhecidos na área crítica que acompanham a produção da revista. Os textos são avaliados por pareceristas ad hoc, no sistema “blind review”, em que o autor ou autores não são de conhecimento do parecerista.

Em seu Volume 3, Número 1, esta revista traz vinte e um artigos, decorrentes dos trabalhos de iniciação científica desenvolvidos no ano de 2013. Dos artigos apresentados, em treze provêm das pesquisas desenvolvidas nas áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, envolvendo temas que vão desde a verificação de que forma o processo de cargos e salário é aplicado e reconhecido pelos funcionários de uma empresa, perpassando para a compreensão da dimensão da cultura e sua identidade na ação empreendedora e toda influência existente de uma determinada empresa para o desenvolvimento local sendo o artigo relatado, por meio da história de vida, informações essenciais que designam melhor esse empreendimento, até uma reflexão sobre o “que é a teoria pura do direito?”. Suas origens, seus idealizadores, perquirindo sua razão de ser, aquilo que a individualiza, quando posta no confronto com outras teorias do direito.

Há seis artigos relacionados à área da Saúde que contemplam desde a análise do impacto físico apresentado por cuidadores informais de enfermos crônicos internados, até a obtenção da opinião de acadêmicos de enfermagem sobre o Processo de Enfermagem em uma instituição de ensino superior.

 Na leitura, deparamo-nos também com bons artigos, dois, mais abrangentes que tecem uma reflexão sobre a educação e suas tecnologias, além de uma discussão sobre princípios, concepções e métodos nas inovações curriculares.

Mais do que falar sobre a variedade de temas e diversidade das áreas de conhecimento envolvidas, este editorial gostaria de chamar a atenção do leitor para o aumento significativo de trabalhos apresentados neste número, se comparado com as edições anteriores. Tal aumento parece denotar um crescimento na produção acadêmica em iniciação científica nesta unidade de ensino, além de uma maior preocupação com a publicação das pesquisas individuais e coletivas. Precisamos estar atentos a isto e reconhecer que o alcance desses resultados ocorreu graças ao empenho dos discentes e docentes desta Instituição de Ensino Superior.

O lançamento desta edição da Revista Expressão Católica traz mais motivos para comemoração, já que agora também temos a versão eletrônica da revista que vai oferecer acesso livre e imediato ao público com a disponibilização gratuita da produção científica. Tal versão representa um avanço da pesquisa nos cursos no empenho demonstrado pelos alunos e professores de terem um veículo para publicar artigos científicos de graduandos, pós-graduandos e professores das diversas instituições do país, em outras palavras, um esforço institucional em constituir espaço para a publicação de suas pesquisas em suas diversas áreas.

Esperamos que a confiança depositada nesta revista, como um dos meios para a socialização desses resultados de pesquisa, se renove, propiciando uma maior visibilidade à produção acadêmica local, concorrendo para que ela se torne efetivamente pública, mesmo em nível de iniciação científica. Afinal, entendemos que é aí, nesse processo de iniciação, que os princípios éticos de responsabilidade para com o público começam a fazer um pouco mais de sentido, articulando-se a outras práticas formativas e alicerçando as bases para a vida do profissional e do futuro pesquisador.

Prof. L. D. Manoel Messias de Sousa
Diretor Geral